Bolívia e Brasil assinam acordo de energia limpa que beneficiará 58 mil lares no norte amazônico boliviano

UCOM MHE 09-07-2024.- Uma nova iniciativa transcendental está em andamento para proporcionar um fornecimento de energia limpa, contínua e confiável às populações do norte amazônico boliviano, incluindo as cidades de Cobija, Guayaramerín e Riberalta. Este projeto beneficiará cerca de 58 mil lares que atualmente estão isolados do Sistema Interligado Nacional (SIN).

A implementação desta medida permitirá a substituição de cerca de 50 milhões de litros de diesel anuais, gerando uma economia significativa para o Estado de aproximadamente US$ 69 milhões por ano. Além disso, esta iniciativa contribuirá para a descarbonização da Amazônia boliviana, com uma redução estimada de aproximadamente 133 mil toneladas de CO2 por ano.

Nossa Empresa Nacional de Eletricidade (ENDE), através de sua subsidiária ENDE Brasil, realizará as transações necessárias no sistema elétrico brasileiro e poderá também comercializar a energia boliviana no mercado brasileiro, permitindo receitas adicionais para o Estado de cerca de 9 milhões de dólares por ano.

Em um importante avanço na cooperação energética entre Brasil e Bolívia, ambos os países assinaram um Memorando de Entendimento (MdE) para aperfeiçoar a operação da Central Hidrelétrica Jirau na Cota 90. Este acordo tem como objetivo otimizar o aproveitamento dos recursos hídricos compartilhados e obter benefícios energéticos para ambas as nações.

O MdE, assinado pelo Ministro de Hidrocarbonetos e Energias da Bolívia, Franklin Molina Ortiz, e seu homólogo de Minas e Energia do Brasil, Alexandre Silveira de Oliveira, estabelece que o titular da Central Hidrelétrica Jirau deverá obter todas as autorizações e licenças necessárias no Brasil e na Bolívia, além de cumprir com os requisitos socioambientais vigentes.